Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Grêmios > Grêmio da Cavalaria
Início do conteúdo da página

Grêmio de Cavalaria

Escrito por Marco Antonio Cabaleiro | Publicado: Terça, 19 de Abril de 2016, 09h45 | Última atualização em Segunda, 30 de Janeiro de 2017, 09h02 | Acessos: 1265

NORMAS INTERNAS DO GRÊMIO DE CAVALARIA - 2016

1. DOS OBJETIVOS DO GRÊMIO DE CAVALARIA

    a. O Grêmio de Cavalaria tem por objetivos reunir os alunos do CMPA e suas famílias através de atividades próprias, buscando cultuar os valores e tradições do Exército Brasileiro, da Arma de Cavalaria e o seu Patrono, o Marechal Manoel Luis Osorio.

    b. Busca, também, apresentar e desenvolver, em seus alunos, atributos pessoais característicos aos integrantes da Arma de Osorio, tais como: iniciativa, responsabilidade, coragem, disciplina, camaradagem, lealdade, dentre outros.

    c. Estas normas visam complementar as normas já vigentes no âmbito do CMPA, sendo aplicadas exclusivamente aos alunos integrantes do Grêmio de Cavalaria do CMPA.

2. DAS NORMAS

    a. O ingresso no Grêmio ocorrerá anualmente, mediante solicitação do responsável e do aluno, através do preenchimento de formulário próprio. Nesse momento, o responsável e o aluno declaram aceitar as presentes normas. O ingresso tem validade durante o presente ano letivo, sendo necessária nova solicitação por ocasião do ano seguinte.

    b. Ao aluno do CMPA cabe a responsabilidade de bem representar um estabelecimento de ensino secular, reconhecido a nível internacional pela excelência na Educação. Ao aluno do Grêmio de Cavalaria recai ainda a responsabilidade de bem representar a Arma de Cavalaria e, conseqüentemente, o seu Patrono.    

    c. O aluno do Grêmio de Cavalaria deve estar sempre bem apresentado, principalmente nas atividades públicas, utilizando corretamente o seu uniforme e apresentando uma postura compatível com a situação de Aluno.

    d. Os encontros do Grêmio de Cavalaria ocorrerão no contraturno, com datas previamente agendadas. Salvo eventos de presença voluntária, agendados oportunamente.

3. SELEÇÃO DOS INTEGRANTES DO GRÊMIO DE CAVALARIA

    a. Não haverá limite de efetivo para o grêmio de Cavalaria.

    b. Os alunos serão matriculados no Grêmio de Cavalaria, na seguintes condições:

        1) Categoria “Cavaleiros”, dirigidas aos alunos que participam da equitação.

            a) Centauros, dirigida aos cavaleiros que fizeram o Cross de Esporas.

            b) Leiteiros, dirigida aos cavaleiros que ainda não fizeram o Cross de Esporas.

      2) Categoria “Lanceiro”, dirigidas aos alunos antigos que não participam da equitação.

         3) Categoria “Escudeiros”, dirigidas aos novos alunos.

    c. A seleção ocorrerá mediante a entrega do formulário de inscrição, devidamente preenchido e assinado pelo aluno e por seu responsável.

     d. Ao pleitear a inscrição, o aluno deve estar no Comportamento BOM (GC ≥ 6,0).

4. DOS UNIFORMES

     a. Os uniformes 2ºA CM, 3ºA CM e 3ºB CM, em sua versão HIPO (culotes garança e cáqui, botas pretas e esporas prateadas), são facultativos para os alunos do Grêmio de Cavalaria, devendo os alunos utilizá-los de maneira correta e, assim, bem representar a Arma de Cavalaria. Todavia o uso de botas, influenciará diretamente o Grau de Incentivo à Participação - GIP.

    b. O uso do culote de malha restringe-se à prática de esportes eqüestres, ficando vedada a sua utilização em formaturas, aulas ou outras atividades.

    c. O uso de esporas está condicionado ao aluno ter participado da atividade “Cross da Espora”, a qual ocorre anualmente. A entrega das esporas será realizada em Formatura Geral do CMPA.

    d. A partir de seu recebimento, o uso das esporas passa a ser de caráter obrigatório quando o aluno envergar um de seus uniformes na versão HIPO.

    e. O uso dos uniformes na versão HIPO está restrito à datas especiais, as quais serão informadas oportunamente.

    f. A descrição dos uniformes, bem como de suas peças e peças acessórias, está prevista no Regulamento de Uniformes do Exército (RUE).

5. DAS AULAS DE EQUITAÇÃO

     a. Ao longo do ano serão oferecidas aulas de equitação aos alunos do Grêmio de Cavalaria, com exceção aos alunos do 6º Ano e todos os alunos que participam do Apoio Pedagógico.

     b. As aulas ocorrerão no 3º Regimento de Cavalaria de Guarda (3º RCG), em Porto Alegre, às segundas e quarta-feiras, no contraturno. O número de turmas e vagas serão estabelecidos conforme a demanda de interessados, observados a limitação de pessoal e material do 3º RCG e o nível de equitação dos alunos.

     c. O uniforme para as aulas de equitação é o 5ºB3 CM, modificado pela utilização da camiseta da atividade.

   d. As inscrições para as aulas de equitação ocorrerão mediante o preenchimento de formulário próprio pelo aluno interessado e por seu responsável.

    e. Havendo maior número de interessados do que de vagas disponíveis, serão utilizados os seguintes critérios de seleção e na ordem:

          a) Participação efetiva nas aulas de equitação em A-1;

       b) Participação efetiva nas aulas de equitação de outros CM ou Esquadrão de Cavalaria do CMRJ em A-1;

         c) Lista de espera de A-1;

         d) Hierarquia das séries;

         e) Persistindo empate, o de maior idade.

    f. O aluno que não conseguir vaga permanecerá em lista de espera.

   g. O aluno que estiver em recuperação deverá dar prioridade às aulas de recuperação, sendo justificada a sua falta na equitação.

    h. O aluno que ficar com notas abaixo de 5,0 em qualquer NP ou NPR será cortado da equitação até que consiga recuperar o seu grau escolar.

6. DA PERMANÊNCIA NO GRÊMIO DE CAVALARIA

    a. Tendo em vista que as atividades desenvolvidas pelo Grêmio de Cavalaria são de natureza complementar e secundária à formação educacional dos alunos, serão aplicados os seguintes critérios para a permanência do aluno no Grêmio Cavalaria:

        1) Rendimento escolar: o aluno que ao longo do ano obtiver NP inferior a 5,0 (cinco vírgula zero), em qualquer disciplina, é passível de ser afastado do Grêmio de Cavalaria, ficando impedido de freqüentar às atividades. Esta situação perdurará até que o aluno recupere sua média de bimestre (NPR) ou obtenha uma média parcial no ano superior a 5,0 (cinco vírgula zero);

         2) Grau de Comportamento: o aluno que possuir Grau de Comportamento (GC) inferior a 6,0 (seis vírgula zero), Comportamento BOM, é passível de ser afastado do Grêmio de Cavalaria, ficando impedido de freqüentar aos ensaios e de participar nas apresentações. O aluno poderá retornar às atividades no momento em que o seu GC for superior a 6,0 (seis vírgula zero).

         3) Comportamento inadequado: o aluno que se portar de maneira inadequada ou inapropriada durante as atividades do Grêmio de Cavalaria poderá ser afastado das atividades do Grêmio em caráter temporário ou definitivamente.

         4) Frequência: serão observadas ao longo do ano a pontualidade e a assiduidade dos integrantes do Grêmio de Cavalaria às atividades desenvolvidas (formaturas, representações, instruções). Será passível de afastamento do Grêmio de Cavalaria o aluno que incorrer nas seguintes situações:

            a) Mais de 4 (quatro) faltas não justificadas ou mais de 6 (seis) atrasos não justificados às instruções, incluindo-se as aulas de equitação;

            b) 1 (uma) falta não justificada a alguma representação do Grêmio de Cavalaria.

     b. As faltas e os atrasos serão justificados mediante a apresentação, no prazo de 2 (dois) dias úteis, da solicitação de justificativa assinada pelo responsável do aluno. As justificativas deverão ser entregues aos orientadores do Grêmio de Cavalaria.

     c. A aplicação das medidas acima descritas caberá ao Orientador do Grêmio de Cavalaria e serão apuradas mediante Ficha de Apuração de Falta Disciplinar - FAFD.

     d. As medidas acima não dispensam ou substituem as providências referentes à apuração e à aplicação de Medidas Disciplinares previstas nas NRRD.

7. DA UTILIZAÇÃO DA SALA DO ESQUADRÃO

    a. A Sala do Esquadrão é um espaço destinado ao lazer e aos estudos dos alunos do Grêmio de Cavalaria.

    b. Nesse local ficará guardado o material carga do Grêmio de Cavalaria.

    c. A sala será aberta nos dias de aula no horário do intervalo grande da manhã. A abertura está condicionada à presença de um aluno integrante da Diretoria do Grêmio de Cavalaria, que será o responsável pela manutenção da disciplina no local, bem como pela guarda dos objetos que lá se encontram, não permitindo algazarra ou o uso indevido do material.

    d. No contraturno, havendo necessidade de utilização do local pelos alunos, deverá ser solicitada a chave da dependência a um dos orientadores do Grêmio de Cavalaria, ficando o aluno mais antigo responsável pela utilização do espaço.

8. PRESCRIÇÕES DIVERSAS

    a. Estas normas poderão ser revistas e alteradas, a critério do Comandante do Colégio Militar de Porto Alegre e do Comandante do Corpo de Alunos, a qualquer tempo.

    b. Os casos omissos que por ventura se apresentem serão decididos pelo Comandante do Corpo de Alunos, ouvido o Oficial Orientador.

LEONARDO MORRUDO BABOT - Maj

Oficial Orientador

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página